Tags

sad

Há poucos meses, demissões por má conduta têm aparecido nas manchetes internacionais. Depois do icônico Martin Sorrel deixar a WPP que ele ajudou a criar (veja aqui) e o ex-CEO da Intel, Brian Krzanich, largar a posição por assédio (veja aqui), é a vez de Tham Khai Meng, CCO global da Ogilvy, se retirar do cargo após denúncias de funcionários.

Nascido em Singapura, o profissional educado em Londres teve uma carreira meteórica. Contratado pela agência em 1999, o criativo passou a ser um dos publicitários mais premiados do grupo e foi promovido a co-presidente mundial em 2009. Porém, toda esta ascensão meteórica sofreu um abalo nesta quarta-feira (11).

Por meio de relatos de colaboradores divulgados há duas semanas, os destratos do executivo ventilaram tanto pela companhia que chegaram aos ouvidos de seu CEO. Surpreso com as declarações, John Seifert tomou as providências imediatas, desligou o ex-funcionário e disse que “nenhum indivíduo nesta empresa é importante demais para não ser responsabilizado por suas ações”.


John Seifert, CEO global da Ogilvy

Por meio de um memorando, o líder também declarou que “depois de analisar cuidadosamente as descobertas da investigação com vários parceiros, concluímos que o comportamento de Khai é uma clara violação dos valores e código de conduta de nossa empresa. Eu decidi terminar o emprego de Khai com a empresa, com efeito imediato”.

Confira abaixo o comunicado completo:

“Há duas semanas, fui informado de queixas de funcionários em relação ao comportamento de Tham Khai Meng, diretor de criação do grupo Ogilvy.

Achei essas queixas sérias o suficiente para nomear um advogado externo para investigar o assunto.

Depois de analisar cuidadosamente as descobertas da investigação com vários parceiros, concluímos que o comportamento de Khai é uma clara violação dos valores e código de conduta de nossa empresa. Eu decidi terminar o emprego de Khai com a empresa, com efeito imediato.

Todos os anos, pedimos a todos os funcionários da empresa que leiam, autorizem e se comprometam totalmente com um código de conduta que cada um de nós é responsável por cumprir. Nos últimos 70 anos, institucionalizamos valores compartilhados e um padrão de comportamento profissional exclusivo da marca Ogilvy.

Este é um momento importante para reafirmar que nenhum indivíduo nesta empresa é importante demais para não ser responsabilizado por suas ações.

Obrigado pelo apoio.

John Seifert 
Chefe do Executivo, Worldwide”

http://adnews.com.br/publicidade/cco-global-da-ogilvy-e-demitido-por-ma-conduta.html

Anúncios