Tags

, ,

No Dia do Consumo Consciente, comemorado nesta quarta-feira (15), os cidadãos passam a contar com uma nova ferramenta online permitindo que cada pessoa conheça em tempo real seu grau de consciência diante dos atos de consumo. O lançamento do Teste de Consumo Consciente (TCC) aconteceu em Brasília, iniciativa do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Instituto Akatu.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, ressaltou a necessidade de ações que estimulem a mudança de comportamento. “Não é deixar de consumir, é ter melhor alternativa de consumo”, disse. A parceria MMA-Akatu representa uma dessas ações de mobilização, pois o teste apresenta o grau de consciência do consumidor e aponta caminhos para a transformação de hábitos.

“Quanto mais tivermos instituições sociais e empresariais dando robustez a esse diálogo, mais vamos poder desonerar a cadeia produtiva e trabalhar com a mudança de comportamento em escalas diferenciadas”, acrescentou a ministra. “É o desejo de fazer o melhor com menos.”

Novo modelo – O diretor-presidente do Instituto Akatu, Helio Mattar, reforçou a necessidade de outro modelo. “O consumir diferente é consumir com foco no bem estar, mais do que com o foco no consumo em si”, afirmou. Mattar também relacionou aspectos ligados ao desenvolvimento sustentável. Segundo ele, 80% do total do consumo no mundo estão nas mãos de 16% da população e que se está consumindo 50% a mais do que o planeta é capaz de renovar.

O teste, desenvolvido pelo Akatu, consiste em duas fases: 25 perguntas na primeira e 30 na segunda. Na etapa inicial, o pesquisado responderá a algumas perguntas simples sobre comportamentos e valores relacionados ao processo de consumo. Ao final, aparece na tela relatório comparativo para verificar qual a posição do consumidor na escala do Akatu (se é indiferente, iniciante, engajado ou consciente), além de checar a posição em relação aos demais brasileiros.

Nesta fase, o usuário ainda tem contato com informações mobilizadoras que mostram impactos do consumo. Na etapa seguinte, são feitas sugestões customizadas de caminhos a seguir para mudar de comportamento, com base nas práticas de cada um. O usuário terá a chance de se comprometer com as ações em que ele não foi tão bem avaliado e compartilhar os resultados nas redes sociais.

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) também apoiou a campanha do Akatu sobre os Dez Caminhos para Produção e Consumo Conscientes. A campanha, realizada nas redes sociais, aponta caminhos que incentivam a construção de uma sociedade mais sustentável.

Abipla – Outra iniciativa apoiada pelo MMA é a campanha da Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (Abipla), representada na solenidade por Priscila Moreira de Souza, inspirada no Movimento Limpeza Consciente. A campanha online “Caminho para a Sustentabilidade no representada na solenidade por Setor de Produtos de Limpeza” tem o objetivo de proporcionar informações ao consumidor sobre como utilizar de maneira correta os produtos de limpeza, contribuindo assim, para a redução de impactos ambientais.

Neste primeiro momento, o foco da campanha é disseminar pela internet informações sobre o uso dos produtos de forma eficaz e sustentável. Está previsto para o próximo ano encontros com blogueiros especialistas em limpeza do lar e produção de vídeos educativos.

Todas estas atividades fazem parte do plano de ação para a Produção e Consumo Sustentáveis (PPCS), que tem como objetivo promover a mudança dos padrões de produção e consumo dos brasileiros para outros que tragam maior harmonia entre as atividades humanas e o meio ambiente. A data comemorativa de 15 de outubro foi instituída, no Brasil, pelo MMA em 2009. A proposta é despertar a consciência nos consumidores sobre os problemas socioambientais que os padrões atuais de produção e consumo estão causando.

Fonte: MMA

http://graodeareia.net/artigo/2014/10/16/498-teste-avalia-conscientizacao-sobre-habitos-de-consumo.html

Anúncios