Tags

,

Moçambicanas utilizam panos enrolados e amarrados para cobrir e proteger o corpo. Foto: Lucas Moura Moçambicanas utilizam panos enrolados e amarrados para cobrir e proteger o corpo. Foto: Lucas Moura

Exposição interativa revela a história da utilização dos panos em diversas culturas de diferentes pontos da Terra. Até 25 de maio no Sesc Bom Retiro.“Voltou com um pequeno atado de pano,
pouca coisa possuía. Nacib saiu andando
devagar. A trouxa na mão, ela o acompanhava
poucos passos atrás. Quando já iam saindo da
estrada de ferro, ele voltou a cabeça e perguntou:

– Como é mesmo seu nome?
– Gabriela, pra servir o senhor.”

De forma significativa, singular, singela e divertida, o pano aparece em citações literárias, como no trecho acima, escrito por Jorge Amado em Gabriela Cravo e Canela. Isso porque o pano sempre esteve presente na história da humanidade, em significados e usos tradicionais de diferentes etnias, nações e culturas, que serão resgatados e revelados na exposição Panos, com curadoria de Sônia Kiss e Renato Imbroisi.

Quem chega ao Sesc Bom Retiro tem contato com o universo dos panos logo na entrada, onde são exibidas frases de expressões populares. Quem nunca acalmou uma discussão em “panos quentes” ou fez algo “por trás dos panos”?

Tecidos de diversos pesos e texturas tingidos em processo natural com pau-brasil revelam diferentes tonalidades estendidos em um grande varal. E para despertar os sentidos o Túnel de Sensações recebe o público com sons de panos: bater, rasgar, agitar ao vento.

A partir daí o pano é apresentado em amarrações e composições de diversas culturas, vestindo as pessoas da cabeça aos pés e muitos outros usos não diretamente vinculados ao corpo: velas de pequenos barcos, tendas, trouxas com pertences básicos – sejam de retirantes nordestinos, refugiados de guerra ou o delicado furoshiki japonês.

Quem quiser se sentir parte destas culturas poderá entrar no Cubo Mágico, que fará o observador se integrar a uma imagem de pessoas usando panos. E a interatividade continua na tenda que exibirá um filme sobre as formas de lidar com o pano no corpo, na dança e uso para sinalização.

A exposição veste o Sesc Bom Retiro com tantas possibilidades e significados que o pano representa, mas o assunto não se esgota aqui, isso ainda vai dar muito “pano pra manga”.

A exposição possui diversos espaços:

– Nos gradis da área externa expressões verbais e citações de obras literárias em língua portuguesa apresentam a palavra pano de forma significativa, singular, singela, divertida.

– Pano do Brasil: instalação composta por varais que atravessam o vão central indo de uma passarela a outra, com diversos tipos de tecidos, de diferentes pesos e texturas – linho, algodão, seda etc. – todos tingidos com pau-brasil por processo natural tradicional, que resulta em diferentes tonalidades.

– Túnel de Sensações: passarela repleta de diferentes tecidos pendurados, que lhe despertam diversas sensações táteis, completadas pela trilha sonora (sons do pano: bater, rasgar, agitar ao vento etc).

– Cubo Mágico: pequeno recinto onde o observador é integrado a imagem de pessoas usando panos, por meio de efeitos especiais.

– Pano na Cabeça: diversas formas de uso e amarrações de panos na cabeça, como o gele (turbante usado por mulheres na Nigéria) e o ojá (turbante da baiana).

– Pano no corpo: a utilização do pano como vestimenta por meio de amarrações, como dhoti (amarração da cintura para baixo usada por homens indianos).

– Tenda: um filme mostra várias formas de usar e lidar com o pano, não apenas no corpo, como, por exemplo, na dança e na sinalização.

– Periscópio: um grande rolo de pano se projeta do 1º andar ao térreo e, por meio de efeitos visuais, o visitante tem a sensação de adentrá-lo.

– Estandartes: imagens impressas em panos mostram sua utilização do Brasil.

– Vitrine com instrumentos e maquinário utilizado na produção do pano de forma artesanal (fiação, tecelagem, tingimento etc.)

o que: Exposição Panos – Usos e Costumes
quando: até 23/05. Terça a sexta, das 9h às 20h30. Sábados, das 10h às 18h30. Domingos e feriados, das 10h às 17h30.
onde: Sesc Bom Retiro | Alameda Nothmann, 185 | 3332-3600
ingressos: Grátis

http://www.sescsp.org.br/online/artigo/7432_PANOS+QUE+VESTEM+PROTEGEM+E+CRIAM+SIGNIFICADOS#/tagcloud=lista

Anúncios