Tags

22:51, 27 de setembro de 2011

Seu José (Pantone 021U)

Steve McCurry (EUA, Philadelphia, Pensilvânia, 24/1950) começou sua carreira como fotojornalista, quando cruzou a fronteira do Paquistão com o Afeganistão há 30 anos, disfarçado em trajes nativos. Sua extraordinária reportagem conquistou a Robert Capa Gold Medal, honraria que é concedida aos fotógrafos que exibem iniciativa e coragem excepcional. Ele é reconhecido também por seu trabalho no Sudeste Asiático, sua fotografia é bonita, edificante e comovente. O vídeo acima é da exposição realizada em 2010 na Birmingham Museum and Art Gallery, Londres. Cada imagem conta uma história, mas sempre é muito especial ouvi-la do próprio fotógrafo. Agora, a também londrina Chris Beetles Fine Photographs, exibe até 17 de outubro, uma retrospectiva das imagens mais marcantes de McCurry. Para coroar, aeditora Phaidonacabou delançaro livroSteve McCurry: The Iconic Photographs – 264 páginas, 375 mm X 500 mm, US$D 350 -, que reúne 200 imagens captadas na Índia, Sudeste Asiático, Oriente Médio e Europa. São imagens de lugares distantes, da vida cotidiana, que mostram o humor, a tragédia, a privação e a coragem das pessoas normais do mundo. McCurry colabora regularmente com várias revistas internacionais, incluindo a revista National Geographic e faz parte do time de fotógrafos da conceituada Magnum Photos. Sua foto mais famosa é a de uma garota afegã de 12 anos, a refugiada Sharbat Gula, feita em 1984 na fronteira com o Paquistão. A foto (abaixo) foi reproduzida na capa da edição de junho de 1985 da revista National Geographic e é considerada a foto mais vista no mundo. A imagem é conhecida como Monalisa Afegã. Em 2002, bancado pela mesma revista, ele voltou ao Afeganistão em busca de Sharbat e de sua história. Depois de muita procura, reencontrou-a na figura de uma sofrida mulher de 30 anos, orfã – seus pais faleceram durante um bombardeio soviético na Guerra do Afeganistão – mãe de quatro meninas, uma delas morta prematuramente, mas com o mesmo olhar assustado e inquisidor do passado. Desde então, os dois mantém contato e a National Geography paga royaltes sobre o uso de suas imagens. Em 2005 a capa com a foto de McCurry foi eleita, pela American Society Magazine Editors, uma das 40 melhores capas dos últimos 40 anos e ficou em décimo lugar.

Revista Epoca Negocios

Anúncios