Tags

, , , , , ,

Com o projeto Ethical Fashion Africa, a estilista inglesa ensinou mulheres africanas a usar materiais reciclados para confeccionar os acessórios

Luciana Florence
Foto: DivulgaçãoQuatro das sete bolsas feitas por Vivienne Westwood com a ajuda de mulheres africanas (Foto: Divulgação)

Papa da moda punk, Vivienne Westwood também é uma grande defensora das causas políticas e ambientais. Ela já condenou o consumo desenfreado, por exemplo, em sua coleção de outono-inverno 2010 e até colocou Pamela Anderson na passarela usando uma camiseta com a mensagem +5º em protesto contra o aquecimento global na temporada de inverno 2009.

Agora, a estilista inglesa arrumou as malas e desembarcou em Nairobi, no Quénia, para o projeto Ethical Fashion Africa uma parceria com a International Trade Center. Lá, Vivienne ensinou mulheres marginalizadas, mães solteiras e portadoras de HIV a usar materiais reciclados para confeccionar bolsas. O resultado são sete modelos, que estão à venda na loja online da Yooxygen, que infelizmente não entrega no Brasil. A iniciativa oferece emprego, renda fixa e ensina novas formas de trabalho para mais de 7 mil mulheres . Os preços das bolsas variam de US$ 83 a US$ 339

http://revistacriativa.globo.com/Revista/Criativa/0,,EMI243642-17100,00-VIVIENNE+WESTWOOD+CRIA+LINHA+DE+BOLSAS+POLITICAMENTE+RESPONSAVEL+NA+AFRICA.html

Anúncios