Tags

, , , ,

Um dos episódios mais divertidos da série Sex and the City é quando Carrie Bradshaw, personagem de Sarah Jessica Parker, descobre que gastou 40 mil dólares em sapatos e não tem uma casa para morar. Assim como Carrie, fã incondicional dos sapateiros Manolo Blahnik e Christian Louboutin, milhares de mulheres espalhadas pelo mundo são loucas por calçados.

Segundo um estudo feito pela The Co-operative Insurance, uma inglesa gasta 655 dólares por ano em calçados, enquanto a norte-americana investe até 983 em dólares. Até aí, nenhuma grande novidade. Mas o estudo começa a ficar mais sério quando é revelado que as três mil inglesas entrevistadas confessaram que não usam mais da metade deles. Ou seja: de cada 20 pares de calçados no armário, elas mal tocam em 11 deles.

A pesquisa, de fato, surpreende, já que 52% das entrevistadas assumiram que compram novos pares para usar com uma roupa nova, 18% para ficar na moda e 10% para alimentar a obsessão. Não bastasse, 31% admite que já comprou um modelo desconfortável somente pelo design.

Para proteger tanto investimento, os sapatos caros já podem fazer parte do seguro da casa. “Considerando que há poucas décadas sapatos podem ter sido considerados uma compra indulgente, agora a norma é gastar uma quantia considerável todos os anos. É fácil esquecer o valor de um item como este. Mas no caso de o pior acontecer, vale a pena ter certeza que eles estão adequadamente cobertos por seguro — particularmente para aquelas que têm sapatos caros em sua coleção “, comentou Lee Mooney, chefe da seguradora The Co-operative Insurance.

A princípio, você pode estar se perguntando: o que este assunto tem de sustentável? É justamente a comprovação da pesquisa de que as pessoas andam comprando mais do que realmente precisam, um consumo nada consciente

http://modaspot.abril.com.br/news/news-moda-sustentavel/sapatos-uma-obsessao-nada-sustentavel

Anúncios