Tags

, ,

Filme faturou nas principais categorias, como longa de ficção, direção e ator

AgNews

O diretor José Padilha levou prêmio de melhor direção

 O que já se configurava uma barbada daquelas se confirmou no palco da 10ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro: o longa-metragem de ação Tropa de Elite 2 foi o grande vencedor do nosso Oscar, faturando nove dos 16 troféus a que concorria, nesta terça-feira (31) à noite de gala da Sétima Arte, no Teatro João Caetano, no Centro do Rio.

A extensa lista de prêmios Grande Otelo – melhor som, montagem, direção de fotografia, ator coadjuvante para André Mattos, roteiro original, ator para Wagner Moura (que não prestigiou a festa por estar filmando em Paulínia), direção para José Padilha e longa-metragem de ficção duas vezes (júri e voto popular) – fez o cineasta (de gorro e sem o traje black-tie exigido) subir tantas vezes no palco que, na hora de receber o de direção, ele brincou.
 
– Não tenho mais nada para falar! [risos] Adorei todos os filmes concorrentes. Foram grandes direções. Mas este é um prêmio especial para mim. É um prêmio para o público também. O mercado de cinema cresceu 30% no Brasil em 2010, enquanto lá fora está caindo

Anúncios