Tags

, , ,

A economia criativa tem sido a principal bandeira do Senac Fashion Business. Por conta dessa abordagem, a cada estação novas ações são agregadas ao dia a dia do evento. O bacana é constatar, na prática, como as marcas estão interpretando e levando para as araras esse movimento.

Um dos cases mais sofisticados é o da Sta. Ephigênia que, depois de fazer sucesso no inverno com a saia longa de paetês de PET, pensou para o verão em um tubinho inteiramente coberto com bordados de ráfia. Satisfeito com a aceitação das clientes, o estilista Luciano Canale conta que desenvolve as ideias junto com uma artesã. E que não abre mão do bom acabamento.

O vestido com bordados de ráfia da Sta. Ephigênia

Já a Mara Mac, que fez desfile-performance no MAM no final da manhã de ontem, usou o plástico como acabamento de luxo para roupas e acessórios.

À frente do lounge do Artesanato Brasileiro, a jornalista e consultora Cristina Franco pensa como Luciano. Ela acredita que na união do designer com o artesão tem tudo para dar certo e movimentar a economia, além de dar cara nova a técnicas já raras como o ponto boa noite, feito por mulheres de uma ilha ainda sem energia elétrica no Amazonas.

Fios de algodão orgânico

Interpretando o tema pelo viés da sustentabilidade, a Levi’s apostou em um lounge carbon free ao transformar o dinheiro gasto na montagem do espaço e no transporte do staff em créditos para o programa Neutralize Carbono. A marca também está lançando o jeans waterless, que usa ozônio no processo de lavagem para economizar até 96% de água. O ecofriendly é tendência e também está indo para as ruas. (SILVANA HOLZMEISTER)

http://vogue.globo.com/moda/news/o-ecofriendly-e-tema-constante-no-senac-fashion-business-verao-2012/

Anúncios